BlogBlogs.Com.Br

Blessed Grande Mãe

Gaia

Tradição Oral das Bruxas

Reza a Tradição que cada ser humano
recebe um dom da Deusa quando do seu nascimento.
Este dom se manifesta como um grande sonho;
E é tarefa de cada um, sonhar o seu sonho,
Deixar que seu sonho se manifeste livremente,
Para que seu dom se manifeste, ou seja,
Para que o destino se cumpra.
Negar a natureza do seu sonho é
negar a natureza do seu dom.
Negar a natureza de seu sonho
falo-á se transformar num pesadelo que
perseguirá implacavelmente o indivíduo.
Desta forma seu dom se tranformará em uma maldição
e assim mesmo o seu destino se cumprirá.

Blessed Deus das Bruxas

Photobucket

Eu

Se alguém perguntar quem sou,
diga que sou a filha da noite, que fala de amor, que fala do vento e se esquece do tempo...
Se alguém perguntar onde vivo, diga que vivo nas brumas que sabe do amor que conhece o desejo e Sonha sem pudor...
Se alguém perguntar por onde eu ando, diga que ando pela noite, pela lua e que nela me perco, desapareço, esqueço...
E se alguém perguntar como sou, diga que sou louca, apaixonada, que ama a magia do se entregar por inteiro, sem limites, sem freios a magia da vida.
Se alguém perguntar meu nome,
sou a bruxa
“Indra Witch”

Queridos e estimados visitantes

Sejam Bem Vindos ao meu Cantinho Mágico, sintão-se á vontade!!! Peço que depois de passear pelos caminhos da Magia, deixem um recadinho para esta Bruxa apaixonada por esse mundo poético e colorido!!
Abençoados Sejam!
Bjs Iluminados!!!
IndrasWitch

1.8.09

O Altar



Os rituais são celebrados na presença de um Altar. O Altar, para nós, Pagãos, é ao mesmo tempo a representação física e espiritual da Deusa, do Deus e dos Deuses. Nele, encontram-se sempre representados os quatro elementos da Natureza: Terra, Ar, Fogo e Água. Ele é a nossa fonte de poder, de apoio e onde focalizamos as energias invocadas e criadas no decorrer de um rito.

A palavra Altar vem do grego Altum que significa “lugar elevado”, ou seja, o lugar onde se encontram presentes as energias das Divindades invocadas.

Um Altar pode ser estabelecido em cima de uma pequena mesa, a escrivaninha, estante ou até mesmo no chão. Não importa o lugar onde você irá montar o seu Altar, o importante é fazê-lo com carinho, levando em consideração algumas diretrizes básicas.

Se você tiver um local exclusivamente dedicado à sua prática religiosa é lá que ele deve ser colocado, caso contrário, ele poderá ficar em qualquer outro lugar de sua casa. É muito comum, com o passar do tempo, acabarmos por ter vários Altares espalhados por nossa casa. Isso é muito bom, pois o Altar tem a capacidade de atrair a harmonia e a paz para nosso lar. O Altar é a moradia dos Deuses e o local onde devemos nos dirigir quando precisamos do auxílio Deles.


Para montar o seu Altar, o primeiro passo é adquirir os cinco instrumentos básicos e distribuí-los pelo Altar de acordo com as suas respectivas direções:

Pentáculo: no ponto cardeal Norte
Athame: no ponto cardeal Leste
Bastão: no ponto cardeal Sul
Cálice: no ponto cardeal Oeste
Caldeirão: no centro do Altar

Um Altar Pagão sempre é voltado para o ponto cardeal Norte, o ponto relacionado ao elemento Terra (a Deusa), o ponto dos mistérios e da sabedoria. (Lembre-se que a opção é pessoal e depende das energias com que se está trabalhando)

O lado esquerdo do Altar representa as energias femininas, por isso coloque uma vela preta nesse lado para representar a Deusa. O lado direito do Altar representa as energias masculinas, por isso coloque uma vela branca nesse lado para representar o Deus. O meio do Altar é o ponto onde todas as energias se concentram, por isso coloque uma vela vermelha nesse ponto, representando a Arte, e ativação dos nossos desejos e as energias em constante movimento.


Símbolos e estátuas que representem a Deusa e o Deus também podem ser colocados sobre o seu Altar.







Os símbolos mais comuns da Deusa são: concha, pedra furada, pedra achatada, Runa Berkana, Lua, cisne, gato, cavalo, coruja, pedra da Lua, Triskle, Taça, Caldeirão, guirlanda de flores, símbolo das três fases da Lua, Ankh, maçã, bracelete, colar com 40 ou 70 contas, imagens de antigas Deusas (como Cerridwen, Afrodite, Sheela na Gib, Hécate, Brigit), vela preta, azul ou prateada à esquerda do Altar. Um castiçal com a figura da Lua para conter a vela que representa a Deusa.


Os símbolos mais comuns do Deus são: bolota, pedra pontuda, chifres, topá
zio, Runa Sowelu, Sol, Athame, Bastão, serpente, cervo, touro, carneiro, guirlanda de folhagens, círculo encimado por uma meia-lua cujas pontas apontam para cima, triângulo com o vértice para cima, estaca, imagens de Antigos Deuses – como Cernunnos, Dagda, Pan, Fauno, Dionísio, Eros, Zeus - , vela branca, verde ou marrom à direita do Altar, um castiçal com a figura do Sol para conter a vela que representa o Deus.

Nunca se esqueça de que o Altar é o seu ponto de poder, por isso ele deve permanecer limpo e em perfeita ordem, já que ele é usado em todos
os rituais.


Nota da aoutora do blog: Fotos do Altar montado na minha casa. IndrasWitch*

5 comentários:

Bruxa disse...

Nossa ...como ficou lindo vc é maravilhosa!!!

Anônimo disse...

Agradecido!

Anônimo disse...

Eterna, Infinitamente, Agradecido, Grato (Mesmo), de todo e do fundo, de meu coração e minha alma, a Todos Benditos: Deuses(as), Divindades, Deidades, por tudo de bom, a mim, por tudo, Sempre a meu favor (e jamais contra mim)! Sempre!

Anônimo disse...

Eterna, Infinitamente, Agradecido, Grato (Mesmo), de todo e do fundo, de meu coração e minha alma, a Todos Benditos: Deuses(as), Divindades, Deidades, por tudo de bom, a mim, por tudo, Sempre a meu favor (e Jamais contra mim)! Sempre (Mesmo)!

Anônimo disse...

Oh! Sempre! Todos Benditos Deuses(as), Divindades, Deidades! Sempre! Viva! Salve! Ave! Shalom! Namastê! Sempre! Eterna, Infinitamente, Agradecido, Grato (Mesmo), de todo e do fundo, de meus: coração, espírito e minha alma, por tudo de bom, a mim, por tudo, Sempre a meu favor (e Jamais contra mim)! Peço-Vos, que eu tenha: Energias, Forças, Poderes, muitos, Sempre a meu favor (e Jamais contra mim)! Amém! Assim Seja! Assim Se Faça!