BlogBlogs.Com.Br

Blessed Grande Mãe

Gaia

Tradição Oral das Bruxas

Reza a Tradição que cada ser humano
recebe um dom da Deusa quando do seu nascimento.
Este dom se manifesta como um grande sonho;
E é tarefa de cada um, sonhar o seu sonho,
Deixar que seu sonho se manifeste livremente,
Para que seu dom se manifeste, ou seja,
Para que o destino se cumpra.
Negar a natureza do seu sonho é
negar a natureza do seu dom.
Negar a natureza de seu sonho
falo-á se transformar num pesadelo que
perseguirá implacavelmente o indivíduo.
Desta forma seu dom se tranformará em uma maldição
e assim mesmo o seu destino se cumprirá.

Blessed Deus das Bruxas

Photobucket

Eu

Se alguém perguntar quem sou,
diga que sou a filha da noite, que fala de amor, que fala do vento e se esquece do tempo...
Se alguém perguntar onde vivo, diga que vivo nas brumas que sabe do amor que conhece o desejo e Sonha sem pudor...
Se alguém perguntar por onde eu ando, diga que ando pela noite, pela lua e que nela me perco, desapareço, esqueço...
E se alguém perguntar como sou, diga que sou louca, apaixonada, que ama a magia do se entregar por inteiro, sem limites, sem freios a magia da vida.
Se alguém perguntar meu nome,
sou a bruxa
“Indra Witch”

Queridos e estimados visitantes

Sejam Bem Vindos ao meu Cantinho Mágico, sintão-se á vontade!!! Peço que depois de passear pelos caminhos da Magia, deixem um recadinho para esta Bruxa apaixonada por esse mundo poético e colorido!!
Abençoados Sejam!
Bjs Iluminados!!!
IndrasWitch

5.4.08

O Chamado do Deus das Sombras

Wicca Divider




Ouça você as palavras do Senhor das Sombras, Aquele que desde os tempos antigos é chamado entre os homens de Anúbis, Hades, Arawyn, Plutão, Charon, Herne, Gwyn ap Nudd e muitos outros nomes: Guardião dos Portais da Morte, cujo chamado todos respondem.
Eu sou a Sombra do dia claro; Eu sou o que lembra da mortalidade no auge da vida. Eu sou o véu sem fim da Noite onde a Deusa Estelar dança. Eu sou a Morte que PRECISA existir para que a vida continue. Pois eis que a Vida é Imortal e o que é vivo deve morrer.
Eu sou o fogo no âmago do teu coração… O anseio da tua alma. Eu sou o Caçador do Conhecimento e o Peregrino da Sagrada Busca. Eu, Aquele que se levanta na sombra da luz, sou Aquele a quem tu chamas Morte. Eu, o Consorte e Companheiro Daquela a quem nós adoramos, Eu te chamo.
Eu sou a Força que protege, que impõe limites; Eu sou o Poder que diz: Não, e nada mais, e basta. Eu sou o que não pode ser dito e Eu sou o que ri na beira da Morte.
Dêem ouvidos quando eu chamo, meu amados, venham à mim e aprendam os segredos da morte e da paz. Eu sou o milho na época da colheita e o fruto da árvore. Eu sou Aquele que te conduz ao teu lar. Açoite e Chama, Lâmina e Sangue, estes são para ti as minhas dádivas.
Venha comigo para a aconchegante e envolvente escuridão; sinta meus afagos nas mãos, na boca, no corpo daquele que você ama e seja transformado.
Chama-me no selvagem da floresta e no desolado do topo da montanha e busca-me no Fulgor Sombrio. Eu, falo a ti nesta busca. Venha, dance e cante; venha viva e sorria. Pois eis que esta é a minha adoração
Reúnam-se em noites sem lua e falem em línguas desconhecidas; a Grande Mãe e Eu vamos escutá-los. Cante para nós, gritem e o poder será seu para exercê-lo.
Sopre-Me um beijo quando o céu estiver negro e Eu sorrirei. Mas não haverá outro beijo em troca, com toda a certeza! Meu beijo é o último para toda a carne mortal.

Vós sois meus filhos e Eu sou o vosso Pai. Nas céleres asas da noite, Eu sou Aquele que o deita aos pés da Mãe, para que tu renasças e retornes mais uma vez. Tu, que pensas em me buscar saiba que Eu sou o vento indomável, a fúria da tempestade e da paixão da sua Alma. Busca-me com orgulho e humildade, mas de preferência com amor e veemência. Pois este é meu caminho e Eu não amo o fraco e o pusilânime. Ouça o meu chamado nas longas noites Inverno e nós permaneceremos juntos guardando a Sua Terra enquanto Ela dorme.

Nenhum comentário: